Feeds:
Posts
Comentários

Guardiões Celestiais

“Meu nome é Laysa Parker… escute bem o que vos falo, o fim está próximo… cabe aos guardiões ajudar a impedir isso… não posso falar muito ainda… mas em breve poderei comprovar minha tese… até lá… mantenham os olhos, mente e coração bem abertos…”

Gostou? ficou curioso para saber como irá ser essa história ?

confira aqui:

http://guardioescelestiais.blogspot.com

assim como eu adorei tenho certeza de que vão gostar.

essa é a minha dica da semana.

até mais xoxo kinha.

escrever

Escrever é rabiscar sentimentos
Pensamentos e sensações.
Escrever é iniciar um momento…
Em que se coloca para fora todo seu pensar.
Escrever é atualizar em letras
Nossos pensamentos e ideais
nossas raivas e dores.
Escrever é registrar um momento
Um sentimento um ideal
Escrever é mostrar ao papel
Inicialmente ao papel e depois a todos
O que se passar conosco
Escrever para mim é viver.

Palavras

Significado das palavras? Não! Sentir as palavras.

A word’s just a word until you mean what you say

Palavras. Só palavras.

Palavras berrantes; saltitantes, palavras incisivas. Magoadoras, incertas, mas sempre precisas. Palavras sobre o mundo, sobre a vida, que englobavam a mim mesma, e, ao mesmo tempo, todos ao meu redor.
Eu já me cansara de tantas palavras.
No entanto, ali estava, ouvindo montes delas. Palavras mentirosas, fingidas, sobre um suposto futuro bom que não existia. Palavras que me cortavam mais fundo que uma lâmina, apenas por serem pronunciadas.

– Palavras são inúteis – murmurei friamente, fitando o céu.
– Não quando bem usadas. – Retrucou Seeley, com seu sorriso calmo e ao mesmo tempo diabólico brincando no canto de seus lábios.
Resolvi entrar em seu jogo.
– E quais você desejaria usar?
– Amor – respondeu prontamente, dando um passo em minha direção. – Principalmente “amor”.
E o que poderia saber ele sobre o amor? O que poderia entender um homem que já destruía tantos sonhos, tantas historias, poderia saber sobre amar?
E, melhor, qual seria a definição de amor?
E ele existiria mesmo? O amor, quero dizer. Não seria ele apenas uma desculpa estúpida para cometermos loucuras? Não seria apenas um motivo para sermos irracionais?

– Isso não é muito criativo – zombei, ainda fria.
– É tudo o que tenho. Mas, não se aflija. Você pode não entender o amor, ou toda sua magnitude, mas pode senti-lo. Afinal, quem somos nós – gesticulou de mim para ele. – Meros mortais, que só buscam um significado para sua vida!
– Minha vida não tem significado.

Ele riu.
– Tem bem mais do que imagina. E cada palavra não dita, cada gesto impensado, cada ação… Paixão – deu mais um passo em minha direção. – Amizade. – Outro passo. – Ciúmes… – Já estávamos frente a frente um do outro, e minha respiração era falha. – Apenas sinta, Temperance. Apenas sinta.

E então nossos lábios se tocaram.

Era como levar um choque elétrico, onde se perpassavam por meu corpo todas as emoções imagináveis. E, de repente, todas as palavras fizeram sentido, como se essa fosse a peça final de um quebra cabeça que permanecera incompleto por muito tempo.
Palavras não me pareciam mais inúteis, não agora. Eram portas para um universo paralelo, portas para a felicidade. Talvez, só talvez, corajoso seja aquele que tenha coragem de atravessar essas portas, em busca do que realmente precisa.
Amor. Que realmente existia, afinal. Ou, pelo menos para todos os que quisessem senti-lo.

FIM

N/A:  essa fanfic é de minha autoria. reflexos entre Momentos de

Brennan & Booth. personagens não me pertencem, direitos reservados a Fox.

Nickelback- Far away

A veces, nuestros sueños

caen al suelo como pedacitos de estrellas que poco a poco se apagan.Nuestro corazón, llora en silencio, y cuando las lágrimas caen, hielan todo el cuerpo y el corazón de tanto amar se convierte em hielo. Ara no sufrir más, para ya no llorar, pero se volteas al cielo, te darás cuenta que quedan millones de estrellas y cada una es un sueño por cumplir, y la fuerza em tu interior, derretirá el hielo en tu corazón. Solo nunca dejes de creer, porque el amor y tus sueños son la única puerta hacia la eternidad.

Eterna Diva Dulce Maria.

xoxo kinha

¿que pasa hoy?

Qué pasa hoy, ya no soy la misma de ayer, ha cambiado mi cuerpo, ha cambiado mi carácter, la vida misma no es igual. Qué pasa hoy, ya no sufro por las mismas cosas. Hoy la vida es más dificil; han cambiado mis sueños, pero sigo siendo yo. Será que estoy creciendo, pero tengo que aguantar. Será que estoy naciendo a una vida más real. Cómo duele crecer, cuántos cambios pasaré. La vida es la misma, pero qué extranã es para mí. Nadie entiende mis ideas y mis planes salen mal. Cómo duele crecer, cuántas cosas dejaré. Y me encierro en mi cuarto preguntándome si algún día entenderán que soy más que una adolescente que no sabe lo que quiere. Qué pasa hoy con mis amigos, no me buscan. Me dan ganas de gritar, liberarme para crecer más. ¿No es eso lo que quieren? Será que estoy creciendo. Pero creo que esto es normal. Será que mis esfuerzos se recompensáran y todo pasará.

(confesiones nocturnas)

um dos meus poemas preferidos do livro. xoxo kinha

Dulce Amargo

O livro de Dulce é uma espécie de memória íntima e pessoal, sem filtros. Longe da fama, no seu quarto ou em quartos de hotel durante as turnês em cidades estrangeiras ou em sua própria casa, Dulce mergulha num constante diálogo com ela própria. Este livro é composto de canções inéditas, confissões, pensamentos, lembranças e descobertas. O fio condutor é um ir e vir entre o doce e o amargo da vida. O diário de uma jovem artista em uma viajem para o fundo de sua alma.

onde encontrar: livrariasaraiva.com


yo.

Hoy me siento plena, fuerte y contenta con lo que soy.

Hoy no necesito que me digas que todo está bien. Hoy sé quien soy. Perdida en recuerdos, por fin me encontré. Y cada dispertar es una nueva oportunidad para cambiar el rumbo, para disfrutar la vida. Y cada anochecer es una cita entre misterio y realidad para que no se te olvide de soñar. Hoy quiero agradecer por el siempre hecho de estar viva y ser parte de la magia que nos rodea en esta extraña realidad.

xoxo kinha.