Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Esquecimento.

Olá mundo.

Sabe aquele momento que você por ai sem nada pra fazer e abre paginas aleatorias na internet? Pois bem, essa sou eu.

E hoje fazendo isso me deparei com meu blog. Sim, eu to viva, oi alías.

Como pude abandonar isso aqui?

Talvez a falta de tempo seja o motivo… ou não. È que ando em tantas redes sociais que acabo esquecendo/abandonando algumas.

Não sei se vou continuar com o blog. Na verdade eu só postava fanfics aqui :3

Nossa falando em fanfic, omg, tem meses que não escrevo!

Sério, o que houve comigo?

A coisa que mais amo fazer é escrever e de repente me deparo que não faço mais isso. Poxa, malditarotina  e seus afazeres que me deixam longe daquilo que gosto. Fuck _|_

 

 

Read Full Post »

Read Full Post »

Tirando a poeira.

Hey mundo, hey pessoas!

Hoje pela tarde eu estava checando meus emails, apagando coisas desnecessárias e tal. De repente me deparo com um email do wordpress, dái lembrei: Ai meu Deus, meu blog!

Sim, foi essa a reação, eu tenho esse blog a muito tempo e não sei por que abandonei.  Ou melhor sei sim. Os estudos, é os estudos tomaram todo meu tempo, esse ano entrei pra faculdade, e depois num cursinho. Mas bateu saudades de postar coisas aqui, quero voltar a escrever ja até perdi as contas de quantos meses eu não escrevo, isso é ruim, afinal escrever é minha maior paixão.

Então é isso gente, prometo voltar a ativar isso aqui o mais rapido possível. Beijos.

Read Full Post »

Harry Potter

É muito mais do que um livro. É um mundo onde TUDO pode acontecer, e é para onde viajamos quando estamos lendo. Sofremos com as perdas, ficamos felizes pelas vitórias, nervosos com as batalhas, emocionados com a história. Vivemos tudo o que se passa junto com os personagens. Eu vou sentir falta de quando terminar de ler um livro, ficar ansiosa(o) pelo outro. Por mais que tenha acabado, HP foi, é, e sempre vai ser o meu maior vício. É, eu fiquei com o Harry, Ron e Hermione até o fim.

Read Full Post »

Guardiões Celestiais

“Meu nome é Laysa Parker… escute bem o que vos falo, o fim está próximo… cabe aos guardiões ajudar a impedir isso… não posso falar muito ainda… mas em breve poderei comprovar minha tese… até lá… mantenham os olhos, mente e coração bem abertos…”

Gostou? ficou curioso para saber como irá ser essa história ?

confira aqui:

http://guardioescelestiais.blogspot.com

assim como eu adorei tenho certeza de que vão gostar.

essa é a minha dica da semana.

até mais xoxo kinha.

Read Full Post »

escrever

Escrever é rabiscar sentimentos
Pensamentos e sensações.
Escrever é iniciar um momento…
Em que se coloca para fora todo seu pensar.
Escrever é atualizar em letras
Nossos pensamentos e ideais
nossas raivas e dores.
Escrever é registrar um momento
Um sentimento um ideal
Escrever é mostrar ao papel
Inicialmente ao papel e depois a todos
O que se passar conosco
Escrever para mim é viver.

Read Full Post »

Palavras

Significado das palavras? Não! Sentir as palavras.

A word’s just a word until you mean what you say

Palavras. Só palavras.

Palavras berrantes; saltitantes, palavras incisivas. Magoadoras, incertas, mas sempre precisas. Palavras sobre o mundo, sobre a vida, que englobavam a mim mesma, e, ao mesmo tempo, todos ao meu redor.
Eu já me cansara de tantas palavras.
No entanto, ali estava, ouvindo montes delas. Palavras mentirosas, fingidas, sobre um suposto futuro bom que não existia. Palavras que me cortavam mais fundo que uma lâmina, apenas por serem pronunciadas.

– Palavras são inúteis – murmurei friamente, fitando o céu.
– Não quando bem usadas. – Retrucou Seeley, com seu sorriso calmo e ao mesmo tempo diabólico brincando no canto de seus lábios.
Resolvi entrar em seu jogo.
– E quais você desejaria usar?
– Amor – respondeu prontamente, dando um passo em minha direção. – Principalmente “amor”.
E o que poderia saber ele sobre o amor? O que poderia entender um homem que já destruía tantos sonhos, tantas historias, poderia saber sobre amar?
E, melhor, qual seria a definição de amor?
E ele existiria mesmo? O amor, quero dizer. Não seria ele apenas uma desculpa estúpida para cometermos loucuras? Não seria apenas um motivo para sermos irracionais?

– Isso não é muito criativo – zombei, ainda fria.
– É tudo o que tenho. Mas, não se aflija. Você pode não entender o amor, ou toda sua magnitude, mas pode senti-lo. Afinal, quem somos nós – gesticulou de mim para ele. – Meros mortais, que só buscam um significado para sua vida!
– Minha vida não tem significado.

Ele riu.
– Tem bem mais do que imagina. E cada palavra não dita, cada gesto impensado, cada ação… Paixão – deu mais um passo em minha direção. – Amizade. – Outro passo. – Ciúmes… – Já estávamos frente a frente um do outro, e minha respiração era falha. – Apenas sinta, Temperance. Apenas sinta.

E então nossos lábios se tocaram.

Era como levar um choque elétrico, onde se perpassavam por meu corpo todas as emoções imagináveis. E, de repente, todas as palavras fizeram sentido, como se essa fosse a peça final de um quebra cabeça que permanecera incompleto por muito tempo.
Palavras não me pareciam mais inúteis, não agora. Eram portas para um universo paralelo, portas para a felicidade. Talvez, só talvez, corajoso seja aquele que tenha coragem de atravessar essas portas, em busca do que realmente precisa.
Amor. Que realmente existia, afinal. Ou, pelo menos para todos os que quisessem senti-lo.

FIM

N/A:  essa fanfic é de minha autoria. reflexos entre Momentos de

Brennan & Booth. personagens não me pertencem, direitos reservados a Fox.

Nickelback- Far away

Read Full Post »

Older Posts »