Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Fanfic’ Category

Perdão

Perdão

Snape/Lily

By Jessyka Martins

 

” Se pudesse voltar ao passado, nunca teria dito aqui. Nunca pensei que palavras machucariam profundamente a pessoa que eu tanto amava. ”

 

Acho que eu não sabia a força que as minhas próprias palavras tinham. Eu simplesmente as disse, e observei você chorando pelos corredores desertos. Aquilo não era algo bom de ver, cortava o meu coração. Nunca quis te machucar, nunca te quis ver sofrer. Sempre gostei de te observar, mas agora, evito tal ação; não gosto de lhe ver sofrer por alguém bruto como eu. Eu havia jurado que nunca faria nada para lhe machucar, mas acabei dizendo “sangue-ruim”, e depois, me gabei para todos os meus colegas, e o pior, esfreguei o que havia dito bem no meio de sua face. Fiz, disse coisas que eu não queria fazer ou dizer, mas você sempre me desculpava, e agia como se nada houvesse ocorrido. Cinco anos seguindo a mesma rotina, cinco anos. Por favor, volte, e me desculpe novamente, não foi você, não foi culpa sua; fui eu, foi minha culpa. Você não sabe, mas eu te amo demais para lhe soltar no mundo, sozinha, sem alguém que lhe acompanhe, e que cuide de você, mesmo você sendo independente, e não precisando. Gosto de lhe mimar. Você é minha, você tem que ser minha. Você não ouviu a sinceridade na minha voz quando eu lhe pedi desculpas, quando implorei por seu perdão, quando disse que tudo que eu queria era mais uma chance? Você não entendeu ou percebeu que eu estava realmente arrependido, e que eu queria a sua amizade de volta? Daria tudo para ter você de volta, para ver o seu sorriso de novo, daria a minha vida para a sua felicidade.

Prometo que da próxima vez que eu estiver envergonhado, guardarei para mim, e não lhe ofenderei. Prometo que da próxima vez… Não haverá uma próxima vez, estraguei tudo, e parece que desta vez, você não irá me desculpar, sinto isso. Estou cansado do meu temperamento explosivo, estou cansado de eu lhe ver chorando, machucada. Só quero a nossa antiga rotina de volta. As conversas, as risadas, e cada sentimento compartilhado.

Mesmo você não sendo minha, e mesmo isso doendo, eu gosto do jeito que dói, pois eu tenho você por perto, e observar cada detalhe em você, já é um prêmio. Não posso apenas ficar em sua frente, e ver você chorar, dói demais, mais do que qualquer outra coisa. Cada lágrima sua que cai, é um pedaço do meu coração que se parte.

Mesmo estando separados, percebo que sempre alguém lhe pergunta o que está errado, se você está bem ou se você precisa de um ombro amigo. Você sempre responde que está bem, que só precisa de um tempo sozinha para pensar, que precisa ir lá fora, e respirar algum ar fresco. Mentiras, e mais mentiras. Milhões de mentiras contadas por Lílian Evans. Mas eu não me importo, pois eu gosto do jeito que você mente.

 

Anúncios

Read Full Post »

Behind Blue Eyes

 

Behind Blue Eyes

Draco/Ginny

By Jessyka Martins

 

 

” No one knows what it’s like, to feel these feelings, Like I do,

and I blame you! ”

 

 

Como gelo , assim era Draco Malfoy. Aqueles olhos sempre tão frios e claramente solitários. Mas ele não parecia querer sair dessa solidão, muito pelo contrario, como em um iceberg ele parecia congelado junto com ela, com aquela solidão que mesmo sem querer já vi transparecer varias vezes em seus olhos. Foi com ele que eu descobri como era amar, os teus toques gelados que me faziam sentir como se tivesse uma descarga elétrica em meu corpo, as palavras sempre tão rudes que me encorajam , os olhos que conseguiam ver tudo o que eu estava pensando. O teu beijo frio e sem amor fazia meu coração gelar, parar de bater, apesar disso não era uma sensação ruim. Outrora seus beijos eram quentes e cheio de paixão, que me faziam sentir protegida, amada e acima de tudo apaixonada.
Aos poucos eu vi a solidão sair de seus olhos, mas eles nunca deixaram de serem frios. Eu gostava daquele frio , eu gostava daqueles olhos , daquele jeito. Não sei explicar o que me fez gostar tanto dele, não foram os lindos cabelos louros, a arrogância que todas diziam ser tão sexy e nem o corpo perfeito, mas sim os olhos, de um azul incrivelmente lindo. E apesar de serem frios e solitários me fizerem querer estar ao seu lado, fez meu corpo queimar em mil brasas cada vez que ele me tocava. Mas eu sei que não importa quanto tempo, nunca vai haver nada nem ninguém tão frio como você, Draco Malfoy.

 


Read Full Post »